O termo percepção de marca está entre os principais utilizados por profissionais de marketing e publicidade atualmente. É uma das bases para qualquer empresa se estabelecer no mercado.

É bastante autoexplicativo à primeira vista, afinal quem não quer saber o que as pessoas pensam de você, a fim de obter melhores resultados e focar no que os clientes precisam?

Mas não é apenas isso: adaptar-se ao que o seu público precisa conforme o tempo passa, pode ser determinante para o sucesso ou fracasso da marca. A percepção é apenas a ponta do iceberg.

Neste artigo, analisaremos os principais pontos para você entender o que é e a importância da percepção da marca. Continue a leitura!

O que é percepção de marca?

Em um primeiro momento, não é muito difícil entender o conceito de percepção de marca, porque o próprio termo já praticamente revela o que é.

Mas como dissemos, há muito mais por trás do que apenas uma simples percepção de como a sua marca é vista no mercado.

É possível até que pessoas se deparem com esse termo e pensem: “Ah, é como a marca se vê no mercado, afinal quem conhece a marca como ela é são os funcionários e a empresa em si”.

Correto, porém, não o suficiente para definir percepção de marca. Na verdade, esse termo tem muito mais a ver com a percepção dos clientes em relação à marca do que qualquer outra coisa.

São eles que estão tendo contato e vivenciando os produtos ou serviços da sua empresa. Ou seja, são os clientes que sentem na pele o que a sua marca, de fato, emana, influencia e impõe em termos de imagem e reputação.

Por que a percepção de marca é importante?

Se você teve a chance de construir uma marca e um negócio, é porque tem demanda o bastante para tal. Porém, uma coisa é colocar de pé uma marca e outra totalmente diferente é mantê-la em pleno crescimento durante anos ou décadas.

Isso só pode ser feito por meio de uma percepção de marca formidável na opinião dos clientes. É valioso em um grau que talvez ainda não seja tão falado quanto deveria.

Por exemplo, empresas de contabilidade na zona sul SP têm muita demanda, mas precisam se diferenciar dos competidores, e isso é plenamente possível.

Caso apenas um cliente já se sinta apaixonado e altamente conectado com sua marca, a chance de isso virar exponencial é muito grande, e isso é um dado comprovado.

De acordo com pesquisa da plataforma Yotpo, 60% dos clientes que têm uma percepção boa de marca de empresas que eles são promotores, contam aos amigos e familiares e recomendam os produtos e serviços dessa companhia.

Outros dados interessantes do mesmo levantamento também mostram isso: cerca de 52% dos clientes dizem amar sua marca em um grupo de fidelidade e quase 40% disseram que comprariam com essa empresa mesmo se houvesse um produto idêntico e mais barato em outro lugar.

E o que esses dados denotam? Confiança e lealdade. E são exatamente esses pontos que fazem a percepção de marca ser um dos motores de crescimento e de uma gama de referências e recomendações que elevam sua empresa a um status que você nem chegou a imaginar.

No caso do exemplo de serviços de contabilidade preço, o valor tanto financeiro do serviço quanto imaterial são fundamentais para causar essa impressão positiva.

Mas se uma percepção de marca pode ser tão boa como mostramos, ela também pode afundar um negócio em pouquíssimo tempo nos casos negativos. É como acontece muitas vezes na vida pessoal.

Quem não conhece um amigo que sempre trabalhou super bem com guarda corpo e corrimão em aço inox, era altamente elogiado e, no primeiro deslize acabou tendo problemas. Ou seja, isso também é comum no lado individual.

Assim como esse exemplo simples, basta uma coisa negativa para destruir a reputação de uma marca.

Veja a seguir alguns benefícios de forma básica sobre uma boa percepção de marca:

  • Atração orgânica de novos clientes sem muitos esforços;
  • Alta reputação gera engajamento;
  • Introdução fácil de novos produtos por causa da alta confiança;
  • Alto retorno sobre o investimento inicial de marketing.

Como causar uma boa percepção de marca?

Primeiramente, é preciso ter em mente que cada contato com o seu cliente é muito importante e pode ser definidor. Então, trate-o bem e mostre como os valores de sua marca conectam com quem está acompanhando você nessa jornada.

Para causar uma boa percepção de marca é preciso ter muita estratégia e pensar em cada detalhe.

Caso contrário, alguma ponta solta, seja de um funcionário que vende wiper hospitalar que não esteja alinhado com o posicionamento da empresa ou por qualquer outro motivo, pode terminar em fracasso.

A seguir, veja algumas dicas de como se impor bem a ponto de os clientes terem uma percepção bastante satisfatória em relação à sua marca.

Estratégia de Posicionamento

Nos tempos atuais, principalmente por causa das gerações millennial e Z, a demanda por posicionamento é muito forte. Questões sociais, de gênero, de orientação sexual e às vezes até políticas são altamente demandadas atualmente.

Por isso, ter uma estratégia de posicionamento é fundamental para construir uma percepção de marca. Em essência, ela estabelece as diretrizes que o público deve entender e lembrar como prioridade quando pensar na marca.

É muito importante, no entanto, ser firme e se posicionar com clareza. Afinal, nenhuma marca gostaria de ser alcunhada como “hipócrita”, certo? Uma falsa estratégia de posicionamento pode trazer consequências irreversíveis. Por isso, cuidado.

É preciso neste caso bastante estudo sobre o que sua marca realmente é e representa perante ao seu público. As mensagens que sua empresa passa são essenciais, nesse sentido.

Storytelling de qualidade

Boas histórias mostram perseverança e identidade com os clientes e isso também tende a dar uma boa percepção.

Por exemplo, se você tem uma empresa do ramo de aço e vende tanque de aço carbono preço, é possível contar uma história de como sua companhia passou a adotar esse produto no portfólio por meio de um vídeo bem produzido ou de um post nas redes sociais que engaje bem.

Assim, com um conteúdo de qualidade que se conecte com os valores da marca, fazendo um bom storytelling, a percepção da marca sobre o seu negócio de aço para construção preço pode angariar um bom valor junto aos clientes.

Marcas que conseguem explorar suas mensagens em narrativas emocionais podem alavancar os espíritos dos clientes em termos de conexão com a empresa.

Identidade visual

A personalidade da marca é definida por alguns pontos que já trouxemos, como o posicionamento e saber se diferenciar da concorrência ao contar boas histórias, mas a identidade visual talvez seja uma das mais importantes.

Nas redes sociais, por exemplo, o canal mais usado pelas marcas para causar essa boa percepção, uma presença visual que vá totalmente de acordo com o que a empresa propõe dá uma sensação de pertencimento muito grande por parte dos clientes.

É isso que vai causar aquela primeira impressão positiva. O resto é construído por diversos outros fatores junto com a identidade visual

Como medir a percepção de marca?

Como a percepção da sua marca de manta asfáltica, por exemplo, está na mente do seu público? É preciso encontrar elementos necessários para entender se sua marca está conseguindo imprimir uma boa imagem ou se há algo a ser melhorado.

A seguir veja alguns pontos de como você pode fazer essa medição da percepção de marca.

Escute os clientes

A maioria das marcas começa a construir seu público por meio de várias plataformas. Há diversas redes sociais em que milhões de pessoas podem ser impactadas por suas mensagens e há canais como o e-mail, em que é possível ter alguns retornos.

Escutar os clientes de seus serviços ppra pcmso, por exemplo, é uma ótima forma de saber como está a sua percepção de marca. Isso pode ser feito ao rodar enquetes e pesquisas rápidas sobre alguns pontos oferecidos por você e no que é preciso melhorar.

Por isso, apresente-se aos seus clientes e pergunte a eles o que é preciso mudar e o que importa para eles.

Monitoramento social

As redes sociais se tornaram uma espécie de praça moderna e virtual na qual as pessoas se encontram e compartilham suas opiniões e experiências.

Ao contrário dos tempos antigos, em que escutar uma conversa poderia causar uma má reputação, hoje as marcas podem simplesmente pesquisar nas plataformas menções à companhia para entender a percepção e o sentimento geral sobre a marca.

Existem ferramentas de monitoramento de redes sociais que ajudam nesse sentido.

Sites de reclamação e revisão

Quando um cliente é impactado por uma comunicação sua, é bastante comum que ele vá na internet procurar a idoneidade da sua marca. Os clientes pesquisam por sites de reclamação e sites que revisam e dão nota às marcas e empresas.

Visitar esses sites também pode ser uma ótima alternativa para entender como está a percepção de sua marca na internet.

Mesmo que haja reclamações nesses sites, o importante mesmo é tentar responder a esses clientes insatisfeitos nessas plataformas e “virar o jogo”.

Ou seja, reconquiste esse cliente ao resolver seus problemas e, com isso, você o torna provavelmente promotor da sua marca. Além disso, outras pessoas verão sua empresa como empática e boa na resolução de problemas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente