Mulheres continuam recebendo o ônus de um Brasil machista

Mesmo sendo considerada tão capaz quanto o homem, a realidade brasileira é outra Hoje, as mulhe...

Leia mais

Empresas oferecem mais de 100 vagas em todo o Brasil

As oportunidades são para diferentes áreas, como marketing, comercial e tecnologia Começar o a...

Leia mais

A importância das agências marítimas na logística internacional

As agências marítimas de navegação são empresas responsáveis por representar os armadores de...

Leia Mais

Gestão Portuária Landlord Privada

* Consultora em Gestão Logística, Marítima e Portuária Mestrado em Gestão Portuária pela Liver...

Leia Mais

A Vale informa que identificou ao longo da madrugada desta sexta-feira, 31/5, o desprendimento de fragmentos do talude norte da cava da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG). Esses blocos se acomodaram no fundo da cava. As primeiras avaliações indicam que o material está deslizando de forma gradual, o que até o momento corrobora as estimativas de que o desprendimento do talude deverá ocorrer sem maiores consequências.

A cava e a barragem Sul Superior, que fica a 1,5 km da mina, seguem com monitoramento 24 horas por dia de forma remota, com o uso de radar e estação robótica capazes de detectar movimentações milimétricas, além de sobrevoos com drone. A barragem está em nível 3 desde 22 de março e a Zona de Autossalvamento (ZAS) já havia sido evacuada preventivamente em 8 de fevereiro.

A Vale reitera que manterá a comunidade de Barão de Cocais informada da situação.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Notícias

Vídeo em destaque